terça-feira, 31 de maio de 2011

Nova vida com Cristo.


Nova vida com Cristo.


A conversão é um acontecimento sem igual na vida de quem aceitou a Jesus Cristo, como seu único e suficiente Salvador e Senhor. Mas com o tempo muitos irmãos passam por um “esfriamento espiritual”, sem perceber começam a tirar sua atenção de Deus, de sua Palavra e, dessa forma acabam por começar a desejar novamente o que esse mundo oferece. Paulo passou pelo mesmo processo de conversão(talvez de uma maneira inusitada Atos 9: 1-18), mas Paulo deixou sua velha vida, para começar a viver a vida eterna que Deus nos ofereceu em Cristo e, em sua epístola aos Filipenses capítulo 3, Paulo nos isentiva a nunca deixar de buscar o nosso “alvo” que é Cristo e é sobre isso que tratarei nessa postagem.
Como eu já disse, Paulo, assim como nós cristãos atuais, havia iniciado uma nova vida em Cristo a partir de sua conversão, que é a vida eterna. E no capítulo 3 de Filipenses, ele começou a falar sobre sua vida antes de sua conversão, pois muitos usavam o fato de serem circuncidados para se colocarem em “boa posição” diante de Deus, achavam que suas obras lhes salvariam. Mas Paulo usou seu próprio testemunho, dizendo que se alguém podia assegurar-se em suas obras para ser salvo era ele mesmo, ele era circuncidado, era de Israel da tribo de Beijamin, como ele mesmo descreveu hebreu de hebreus, fariseu, era irrepreensível segundo a Lei de Moisés ( Filipenses 3: 4-6). Mas Paulo considerava tudo isso esterco, pois isso tudo não lhe aproximou de Cristo, antes lhe afastava, por isso ele deixou isso tudo para ganhar a Cristo ( Filipenses 3: 7, 8). Paulo deixou toda sua vida antiga para trás, para poder manter seus olhos fixos em Cristo, que é nosso alvo, não mais confiando em si próprio para ser salvo, mas confiando em Cristo para isso. E você irmão que está lendo essa postagem será que você já parou de confiar em Cristo? Será que Cristo já não é mais seu objetivo maior? Será que sua antiga vida está voltando a ser o centro e segurança que você acha ter para viver? Tome cuidado, Paulo perdeu a sua antiga vida, par alcançar algo muito mais sublime, tanto que ele chamou de esterco, todas as coisas, quando comparadas a Cristo, pois sabia que o que esse mundo lhe oferecia não chega aos pés do imensurável valor de Cristo.
Não era somente a antiga vida de Paulo que tinha perdido o valor ( Filipense 3: 8), tudo comparado a Cristo, tudo que esse mundo podia lhe oferecer era nada, pois ele contemplava sem desviar seus olhos o seu alvo, assim como um corredor que olha fixamente para a linha de chegada e não olha para os lados para não perder a concentração, para não perder o foco de seu objetivo final. Irmão vigie, pois o diabo busca nossa perdição a todo instante ( 1 Pedro 5: 8), tirar os olhos de Cristo e voltá-los para as coisas desse mundo, é dar lugar ao diabo( Efésios 4: 27), é tropeçar durante a corrida, é desviar-se do caminho da salvação.
Não seja um mero participante de cultos, não seja cristão somente aos domingos, tenha em mente o seu alvo, não tire os olhos de Cristo, pois nós corremos por uma coroa incorruptível ( 1 Coríntios 9: 25), corremos por algo que não tem fim e é de valor imensurável, que é Cristo, que um dia nos levará a cidade celestial a qual o próprio Deus construiu ( Hebreus 11; 10), para vivermos ao seu lado e ao lado de todos os santos de Deus, de todos os tempos. Amém!


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário