sábado, 23 de julho de 2011

Batalha contra o inferno.

 Batalha contra o inferno.

A Batalha Espiritual, como o nome afirma, é travada no mundo espiritual e é necessário que haja pessoas santas e cheias do Espírito Santo, agraciadas com dons para que sejam canais, através dos quais o Senhor Deus orientará o Seu exercito de servos, revelando as estratégias certas para cada ocasião, bem como, os passos do inimigo. A Batalha não é segundo a carne ("Embora andando na carne, não militamos segundo a carne." 1Co 10.3), não é contra homens, sim, contra satanás ("Pois nós não estamos lutando contra seres humanos, mas contra as forças espirituais do mal que vivem nas alturas, isto é, os governos, as autoridades e os poderes que dominam completamente este mundo de escuridão." Ef 6.12; veja mais: Gn 3.15; 2Co 2.11; Tg 4.7).
Os servos chamados à guerrear precisam ser irrepreensíveis em suas ações, a santidade é uma qualidade imprescindível. Neste exército não há espaço para os chamados "crentes carnais", ou desprovidos de compromisso verdadeiro com Deus. Aventurar-se na batalha com brechas é morte certa!
A recomendação de Paulo a Timóteo foi: "Este é o dever de que te encarrego, ó filho Timóteo, segundo as profecias de que antecipadamente foste objeto: combate, firmado nelas, o bom combate, mantendo fé e boa consciência, porquanto alguns, tendo rejeitado a boa consciência, vieram a naufragar na fé." (1Tm 1.18,19). O soldado de Deus precisa manter-se firme na fé e procurar desempenhar com seriedade e zelo a missão confiada. A vigilância ("Sede vigilantes, permanecei firmes na fé, portai-vos varonil mente, fortalecei-vos". 1Co 16.13) deve ser constante, não se contaminar com o mundo, abrindo brechas através das quais o inimigo possa tocá-lo. A oração é tão importante quanto o ar que se respira ("com toda oração e súplica, orando em todo tempo no Espírito e para isto vigiando com toda perseverança e súplica por todos os santos". Ef 6.18), se não houver vida de oração, a derrota está próxima.
A Batalha Espiritual engloba todos os servos que procuram vivenciar o senhorio de Cristo Jesus (Fp 1.30), não apenas alguns: "Por isso peguem agora a armadura que Deus lhes dá. Assim, quando chegar o dia de enfrentarem as forças do mal, vocês poderão resistir aos ataques do inimigo e, depois de lutarem até o fim, vocês continuarão firmes, sem recuar." (Ef 6.13). Mas, como já foi tratado antes, é indispensável que haja compromisso e vida santa. Os soldados são capacitados e protegidos pelo próprio Senhor a desempenharem a missão ("Porque eu, o SENHOR, teu Deus, te tomo pela tua mão direita e te digo: Não temas, que eu te ajudo." Is 41.13; "Ó SENHOR, meu Deus e meu Salvador, tu me protegeste na batalha." Sl 140.7). A força vem de Cristo! ("Mas o Senhor me assistiu e me revestiu de forças, para que, por meu intermédio, a pregação fosse plenamente cumprida, e todos os gentios a ouvissem; e fui libertado da boca do leão. O Senhor me livrará também de toda obra maligna e me levará salvo para o seu reino celestial. A ele, glória pelos séculos dos séculos. Amém!"  2Tm 4.17,18).
A vitória na guerra vem do próprio Senhor! ("Graças a Deus, que nos dá a vitória por intermédio de nosso Senhor Jesus Cristo." 1Co 15.57). Não é à força do homem, não são objetos e recitações de textos que nos fará vencedores. Somos nesta batalha apenas soldados sob o comando do nosso General.
Se realmente queremos fazer parte deste grande exercito de Cristo temos que atender ao chamado que ele tem dado a cada um de nós. E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura. Marcos 16:15  

A cada dia possamos estar  de baixo das promessas de Deus, pois Deus tem compromisso com quem tem compromisso com ele, vamos continuar nessa batalha contra o inferno, pois nosso Deus está sempre com nosco.

Que Deus abençoe a todos.



 
Filipe Fideles de Almeida.

3 comentários:

  1. A paz do Senhor JESUS querido irmão! Fico feliz por conhecer mais uma parte do corpo de CRISTO nesta terra.
    Que palavra grandiosa! Fique na gloriosa paz do Senhor JESUS.
    At.
    S.R.C

    ResponderExcluir
  2. Batalha Espiritual, essa nos confrontamos todos os dias,
    pois o mundo espiritual é tão real qto o nosso, e o nosso inimigo, veio para matar, roubar e destruir, e a única maneira de vencermos diariamente essa batalha são através da Palavra - Sujeitai-vos a Deus, resistir ao diabo que ele sugira de vós. Hoje em dia é muito dividida a concepção evangélica, no que tange este assunto; Protestantes X Pentecostais. Mas tenho visto que Deus tem dado estratégias neste tempo, e esta estratégia pra combater o reino das trevas é o ministério de libertação e batalha espiritual. Que esta dentro do ministério profético e apostólico. Libertação para mim, só ocorre através do arrependimento e do perdão. Por que só assim, que uma pessoa, fica liberta dos seus, medos, traumas, erros, e pecados. Se arrependendo, confessando a Deus sua fraqueza, ou falha, pedindo e liberando perdão é a única maneira de libertação q conheço e p permanecer liberto só obedecendo em amor a Palavra de Deus.abs

    ResponderExcluir
  3. Obrigado pelos comentários, que Deus os abençoe poderosamente, voltem sempre.

    ResponderExcluir